Mestre dos Centavos

Sem medo, sem desculpas, apenas resultados.

sábado, 19 de maio de 2018

Quando o caminho para a independência financeira se torna mais difícil



Saudações confrades

Na maior parte do nosso tempo fazemos planos, projeções e conjecturas sobre como será nossa vida em determinada parte de um tempo futuro. Criamos hipóteses e nos preparamos para percorrer o caminho que planejamos para atingir determinado objetivo. No entanto, a vida as vezes nos bota em caminhos diferentes ou ainda nos mostra resultados diferentes. E falando em independência financeira isso pode ser ainda mais evidente. 

O fato é que criamos estimativas e calculamos que em determinado ano no futuro teremos x de patrimônio mas as vezes  esquecemos de levar em conta que no percorrer do caminho pode acontecer alguns imprevistos. A perda do emprego, a falência do negócio, acidentes, doenças, perdas familiares, mudanças de objetivos e diversas outras situações que podem atrasar ou na pior das hipóteses botar em cheque todos os nossos planos. 

Evidentemente que estou falando sobre este assunto pois no momento atual estou enfrentando um destes desafios. Como todos bem sabem acabei que sofrendo um acidente automobilístico, mas isso por si só não me atrapalharia tanto pois em poucos meses eu estarei recuperado como bem já estou, o problema é a consequência deste fato que destacarei logo abaixo.


A novidade agora, se é que posso chamar isso de novidade é que resolvi por fim o dilema do meu próximo meio de transporte já que moto está fora de cogitação. Eu havia pensado em usar Uber ou ter um carro próprio, então escolhi ter o carro próprio mesmo com todos os seus custos inerentes. 




Gostaria de deixar registrado que quase cai na tentação de comprar  carros mais caros acima dos 30 mil e eu teria que fazer parcelas por no mínimo de três anos. Senti um impulso muito forte de consumir acima das minhas possibilidades pois meu desejo pelo consumo aflorou quando vislumbrei que estava a muito pouco de poder ter aquele veiculo que sempre desejei consciente ou inconscientemente. Percebi que a minha racionalidade estava indo pras cucuia e quase coloquei em cheque todo o aprendizado que absolvi nestes anos de blog. Isto que aconteceu é muito perigoso confrades. 

Felizmente consegui me conter e comprei um carro popular mas completo nos seus equipamentos de conforto. O veiculo custou pouco mais de 20 mil reais e paguei a vista. 

Eu dando um rolê nas quebrada

Mas mestre, como o senhor pagou o carro a vista sendo que seu patrimônio não sofreu alteração?

Bom, a verdade pura e simples é que eu fiz um empréstimo com uma pessoa bem próxima a mim e combinei de ir saldando a dívida aos poucos na medida que eu for recebendo meus próximos salários, Dpvat que entrei com recurso, a moto que vou colocar a venda etc. Deste modo senhores... NÃO FAREI MAIS APORTES POR NO MÍNIMO UM ANO. Toda a grana que entrar será para saldar este empréstimo que comprei a juros da Selic atual, ou seja, juros baixos. A unica variação de patrimônio que ocorrer de agora em diante será por conta das minhas cripto moedas. 

É por essas e outras que eu não queria mais saber deste passivo carro mas infelizmente não tive outra saída seja por pressão familiar e médica também. Vocês já devem imaginar minha família me enchendo o saco dizendo para vender a moto que é perigoso etc, o que não deixa de ser uma verdade. Mas o que pesou mais nesta questão foi o que o médico me disse: " Acho melhor você vender essa moto e andar apenas de carro pois foi sorte que a sua prótese não se deslocou, imagina você ter que passar por cirurgia e todos aqueles procedimentos novamente? alias, eu também não posso te garantir que ficaria bom novamente quanto a primeira cirurgia pois poderia haver mais complicações e por fim até o risco de você perder sua perna". Cheque mate! 




Isso sem dúvidas me atrasará ainda mais do que estou para a caminhada da IF. Infelizmente temos que lidar com estes imprevistos que vez ou outra a vida nos prega. Afinal não existe linha reta nesta jornada, curvas e desvios vez ou outra aparecem em nossa frente.

Nem todos estão psicologicamente ou financeiramente preparados para sofrer este golpe. Ao mesmo tempo isto não é desculpa e nem motivo para desistir afinal quem disse que seria fácil? Se fosse fácil todo mundo conseguiria e sabemos que atingir este marco é para poucos. 

Então de agora em diante será isso confrades, empregado,chão de fabrica, assalariado e com o passivo carro para manter e com a saúde para cuidar. Minha realidade é como a realidade da maioria dos brasileiros, ou seja, não tenho salário de 5 mil ou mais para poder aportar bem, não tenho herança gorda me esperando, não tenho familiares ricos nem formação superior de qualidade. O que eu tenho é contas para pagar, desafios para enfrentar e obstáculos para superar. 

O caminho para a independência financeira se torna mais difícil. 


 Fique rico, ou morra tentando!






terça-feira, 1 de maio de 2018

Atualização Patrimônio Financeiro ABR/18: R$ 46.744,00 ou + R$ 8.171,00 (+ 21,18%)



Saudações confrades

Eis me aqui para mais uma atualização patrimonial seguindo os moldes da blogosfera e prestando contas sobre a quantas léguas andam o meu capital. 

Este posto, vamos direto ao assunto:




Abril foi um mês de recuperação tímida para as cripto moedas mas que evidentemente já mostra algum resultado. Como este é um ativo que oscila muito esta recuperação  não me surpreende assim como qualquer outra eventual queda. 

Infelizmente não pude e ainda não estou podendo comprar mais destes ativos depois da ultima grande queda pois ainda estou em processo de recuperação do meu acidente fazendo tratamentos fisioterápicos e aguardando a boa vontade do INSS em pagar o meu auxilio doença. É nestas horas que uma reserva de emergência é muito importante confrades pois estou sem salário desde março. 

Com isso, não estou fazendo mais aportes em nenhum ativo. Os estou apenas consumindo aos poucos mas não há outra alternativa. Não estou tirando nada das cripto moedas mas sim dos empréstimos que estou recebendo do pessoal e que está conseguindo me manter tranquilamente.  A cooperativa está com a movimentação parada justamente por eu não estar trabalhando e por isso não há possibilidades de fazerem descontos do meu salário.

 Este post estava ficando muito grande pois a partir daqui eu já estava entrando em outro assunto mas vi que daria um bom texto para reflexão e resolvi parar por aqui. Em breve sairá o post.

Vou deixar um breve Spoiler, o título será: "Quando o caminho para a independência financeira se torna mais difícil". 

Até lá soldados.




Fique rico, ou morra tentando!




terça-feira, 3 de abril de 2018

Atualização Patrimônio Financeiro MAR/18: 38.573,00 R$ ou - R$ 26.885,00 (-69,70%)



Olá Soldados

Seguindo a tradição da blogosfera, na alegria ou na tristeza dou sequencia na minha atualização patrimonial onde demonstrarei a que passos que andam as minhas doletas. Sem muito fru fru vamos aos números.




Março termina como um mês mais do que vermelho para as cripto moedas, março termina como um mês negro para muitos que se aventuraram ou que ainda continuam se aventurando neste mercado hiper volátil. Neste mês estou amargando a minha maior desvalorização histórica no mundo das finanças. E como eu estou lidando com isso? 




Por incrível que pareça estou tranquilo, até demais.. Não estou acompanhando as noticias do mercado em canais do You Tube ou nas redes sociais. Vez ou outra entro no Marketcap apenas para visualizar o preço dos ativos mas sem me importar com as quedas. Eu sinceramente não sei explicar toda esta minha calmaria. 

Não estou aportando mais devido ao meu afastamento por causa do acidente e por estar a mercê do INSS. Estou sem salário e estou usando minhas reservas para me sustentar neste período de vacas magras. Minha recuperação segue muito tranquila. Estou quase que esgotando a minha lista de séries que eu queria assistir na Netflix hahaha. 

Outra novidade é que estou aproveitando o tempo livre para passear na casa de uns parentes e estou aproveitando a oportunidade também para procurar e pesquisar sobre carros pois como sabem terei que comprar um, logo o patrimônio poderá abaixar ainda mais caso as criptos não se recuperem. Foda-se.

Vou participar de um leilão na cidade que estou e ver se consigo achar algum veiculo interessante por um bom preço. 

Gostaria de agradecer a todos que tem me dado forças e bons conselhos sobre vários assuntos abordados aqui neste blog e dizer que por mais difícil que as coisas estão, elas poderão piorar ainda mais... hahahah sacanagem... Um dia elas melhoram.  😉





Fique rico, ou morra tentando!


segunda-feira, 26 de março de 2018

UberXCarro próprio, e agora?




Saudações Confradaria

Como bem sabem estou de molho por causa do meu acidente automobilístico e em virtude de tal fato estou trancafiado em meus aposentos sem muita coisa pra fazer, netflix, video game e demais distrações mundanas são coisas da quais logo enjoamos e já procuramos outras atividades para nos entreter. 

Como estou com tempo sobrando e me recusando a fazer coisas produtivas como estudar outro idioma ou qualquer outra coisa por pura e simples preguiça, fiquei divagando em meus pensamentos e programando para minha volta ao mercado escravo do trabalho tão logo quando eu me recuperar. 

O fato senhores, é que estou num dilema um tanto quanto chato pois envolvem gastos e gastar não é minha praia. O titulo do post já responde a questão então vamos ao tema proposto.

Em breve terei que voltar ao meu trabalho e o meu meio de transporte principal e único era minha motoca. Continuar com ela esta fora de questão por motivos da minha segurança própria inclusive por recomendações médicas já que se houvesse uma segunda queda eu não poderia ter a mesma sorte que tive.

Posto os argumentos parti para o mercado de vendas de usados para averiguar as opções de veículos.  Vi vários modelos e alguns me agradaram. Claro que como bom unha de fome eu não poderia deixar de fazer as projeções de gastos com este passivo que nos come pelas pernas. Os números são assustadores senhores. 


É de chorar mesmo

Entre trabalho e outras deslocações do dia dia eu rodo em média de 1000km mês. E fazendo as contas e levando em consideração todos os gastos de um carro popular na faixa de 20mil o meu custo anual seria de R$ 12.165,00 por ano. O que eu levei em conta para chegar neste resultado foi:



Custo mensal: R$ 1.013,00
  • Os gastos de combustível foi considerado um veiculo que faz a média de 10km/litro
  • Manutenção foi estipulado o valor de R$ 100,00 mês para concertos básicos
  • Impostos estão adicionados IPVA, Licenciamento anual e Depvat
  • Multas considerei um pequeno valor para aquelas bobeiras do dia a dia
  • Seguro é opcional mas não posso deixar de considerar por ser um item muito importante
  • Considerei apenas R$ 1.000,00 como desvalorização anual do veiculo.
  • Custo de oportunidade considerei o quanto que o valor aplicado renderia em uma simples poupança
Lembrando que considerei um carro comprado a vista sem qualquer tipo de financiamento.

Não pude considerar um carro a gás pois eu tive a infelicidade de descobrir que aqui na minha cidade e  também na região não existe posto que abasteça com este tipo de combustível. 

Agora vamos falar do Uber, e aqui a coisa pode ficar um pouco mais interessante.

Depois de chegar a este resultado acima que é apenas uma estimativa, fui fazer as contas de quanto eu gastaria usando Uber fazendo o mesmo percurso diário, ou seja, trabalho e demais rolês do dia a dia. 

Tive como base os custos que obtive neste mês pois estou usando este serviço para me locomover em virtude do meu acidente com a moto. Estou usando Uber para ir ao consultório médico, casa da namorada, supermercados, etc. Sei também que o custo é volátil e varia de acordo com o horário e a demanda de carros do dia por isso tirei uma média já estimando os horários que eu os usaria caso optasse somente pelo uso do serviço no meu cotidiano.

Os números encontrados foram esses:

12.000km rodados por ano utilizando Uber= R$ 9.120,00

Custo mensal: R$ 760,00

Uma diferença significativa, concordam?

Isso pode até ser uma constatação elementar ma eu não fazia ideia desta diferença entre as duas modalidades de transporte.

Em se tratando apenas do aspecto financeiro podemos notar qual meio seria o mais viável mas, sempre tem o mas...

Vamos colocar aqui alguns prós e os contras de ambas as modalidades:

Carro

Prós: Veiculo sempre a disposição, o prazer de dirigir é seu, você personaliza o carro a sua maneira, você pode ouvir sua musica ou estação preferida, pode fazer aquela bagunça com os amigos(as).

Contra: É mais caro, acontecem manutenções imprevisíveis, carro pode te deixar na mão, veiculo pode ser roubado ou sofrer algum tipo de colisão.

Uber

Prós: O conforto de um motorista particular, o custo é mais baixo, você pode ir batendo um papo com o  motorista se quiser, você não se preocupa com quaisquer tipo de problemas com o veículo.

Contra: Você não tem controle sobre a rota e a velocidade que o motorista utiliza, Tem que ficar esperando o motorista chegar ao local, pode não haver serviço disponível no momento          

Todas estas questões e algumas outras que não foram destacadas devem ser levadas em conta na hora de optar pelo meio de transporte mais adequado as nossas necessidades. 

Obs: Não estou considerando o transporte coletivo via ônibus pois sabemos de como este meio de locomoção é lento e desconfortável ainda que mais barato que ambos os citados acima. 

E se eu perguntassem para vocês confrades que meio de transporte eu escolheria o que vocês me diriam? 

Carro ou Uber?

Posso adicionar uma terceira opção? 😀

Em minhas viagens com os motoristas do Uber conheci alguns que não tem sequer o carro próprio para trabalhar pois eles usam os carros das locadoras de veículos. Segundo os mesmos os custos aqui da região variam entre R$ 1.500,00 a R$ 1.700,00 a locação de carros populares.

Então me surgiu a seguinte ideia: " Porque ao invés de eu gastar 20mil com um carro próprio ou ficar dependente do Uber, eu não alugasse um carro destes pra mim?

Vem com o Mestre 

Ta Mestre, mas e este custo de mil e la vai bolinha ai?

Hora, hora jovem gafanhoto, eu usaria o meu tempo livre para trabalhar como Uber uma vez que meu trabalho me permite esta flexibilidade pois há semanas em que tenho a manhã livre, outras a tarde e outras o dia todo. Deste modo o valor arrecadado como motorista de Uber eu pagaria os custos da locação mais o combustível gasto no trajeto. Logo, eu teria o melhor dos dois mundos, ou seja, um carro sempre a disposição onde meu único digamos "inconveniente" seria dispor de parte do meu tempo como motorista do Uber para bancar os custos mensais da locação e combustível. 

Obs: Segundo os motoristas aqui da região com uma carga horária de 10 horas por dia dá para tirar livre 4 mil por mês.

Agora vamos para os prós e os contras desta opção:

Carro alugado

Prós: Sem custo com manutenção, carro com seguro, veiculo sempre a disposição, posso trocar de modelo todos os meses, o prazer de dirigir, você pode ouvir sua musica ou estação preferida, pode fazer aquela bagunça com os amigos(as), combustível será pago com meu próprio trabalho.

Contra: Ter que dispor de tempo e trabalhar como motorista de Uber para arcar com os custos de aluguel e combustível. 

Até o momento a opção 3 me parece a mais viável mas como sempre haverá outros fatores que não levamos em consideração e que só aparecerão no percorrer do caminho. 
                                                               
O que os senhores acham de isso tudo? o que fariam? Deixem aqui suas sugestões.

E para finalizar




Fique rico, ou morra tentando!



sexta-feira, 9 de março de 2018

Uma mensagem do além, a profecia se cumpre!



Senhores

Há mais coisas entre o céu e a terra que a nossa vã filosofia. 

Esta frase agora nunca me soou tão verdadeira. 

Muitos de vocês devem se lembrar deste post aqui onde relatei sobre uma mensagem que recebi do meu já falecido pai através do meu irmão mais novo. Pois então...

primeiramente gostaria de dizer que eu não morri mas... recentemente e inevitavelmente sofri um grave acidente de moto! 😲

Pois é, é de arrepiar!

O acidente foi grave no sentido de me deixar imobilizado de fazer muitas coisas do meu dia a dia por pelo menos 3 meses. Não cheguei a sofrer nenhum tipo de traumatismo mais grave mas o impacto foi tamanho que tive que me afastar do trabalho por um período determinado pelos médicos de no minimo 90 dias. 

A principio perdi um pedaço de osso do joelho esquerdo, coisa de 2cm e ganhei alguns bons ralados pelo corpo.  

O fato ocorreu quando eu estava a caminho do trabalho neste ultimo final de semana. Foi eu mesmo que bati em outro motoqueiro talvez por descuido, não sei dizer bem pois foi tudo muito rápido. A causa do acidente foi por causa de uma redução abrupta na velocidade do motociclista que estava a minha frente e como eu estava próximo a ele porque havia acabado de fazer uma ultrapassagem e estava embalado, não consegui parar minha moto a tempo causando assim o impacto. Eu cai no canto da rua e minha moto ficou no meio dela, a moto do segundo motoqueiro ficou em cima de mim com a roda girando próximo a minha cabeça mas pra minha sorte o rapaz da moto a tirou imediatamente de mim.

Felizmente ele pouco de machucou, só sofreu apenas algumas escoriações, e segundo o mesmo ele reduziu a velocidade do seu veiculo por se deparar com um buraco grande no meio da rua. Cabe lembrar também que o local do acidente é uma rua quase morta e pouco movimentada.

No trânsito fala que quem bate atras esta errado, no entanto ele perdeu todos os direitos que tinha sobre uma eventual ajuda de custo pois o mesmo disse que não tinha habilitação. Logo ele nem deveria estar ali. Mas estava, e a trabalho. Então ficou combinado de cada um assumir o seu prejuízo. Ele ainda foi legal pois conseguiu um conhecido para guinchar a minha moto sem me cobrar nada. A moto dele não sei como ficou mas a minha eu sei. Foi pro pal, farol, seta, painel, retrovisor, para lama, tanque amassado e garfo. Pelo menos o que eu pude notar. Calculo ai um preju de quase 2k. 

O socorro foi bem rápido e logo fui atendido e levado ao hospital mais próximo. A dor estava insuportável mas a minha preocupação maior era que  a perna que estava doendo era justamente a perna que eu havia operado e colocado uma prótese a poucos anos atrás como alguns de vocês bem sabem. Se a prótese tivesse se deslocado com o impacto eu estaria totalmente fodido tendo que refazer todo o procedimento cirúrgico novamente e ainda torcer para ficar bom. 

No entanto graças a Deus o pior não aconteceu. Sofri apenas a fratura no joelho. Agora estou aqui de molho em casa escolhendo series para assistir e matar o tempo. 

Mas agora vamos nos atentar para um fato.

Como eu disse no inicio recebi uma mensagem para vender a minha moto porque se não eu morreria. Eu vendi a moto antiga, mas comprei outra. logo meu plano do efeito borboleta não foi totalmente eficaz. Apesar de eu não ter morrido me fodi bonito. Será que esse fato não foi apenas um ultimo sinal de aviso para mim levar a sério a mensagem e me desfazer totalmente do veiculo moto? Pois é, pelo jeito não me resta mais dúvidas. 

Muitos de vocês, alias, a grande maioria me aconselhou a me desfazer da moto e ficar apenas com um carro mesmo tendo um gasto maior para evitar este tipo de complicação. Fui teimar e olha ai no que deu. Quase fui pro beleléu. 😕

Não me resta outra alternativa do que se não me desfazer da moto por definitivo e comprar um veiculo carro para a minha própria segurança afinal pode não haver uma segunda chance.

Então meus nobres confrades, fica aqui registrado neste blog que recebi uma mensagem espiritual mas como a ignorei sofri as consequências. E para quem acredita, fica também bem evidenciada a prova de que realmente existe vida após a morte. 









quinta-feira, 1 de março de 2018

Atualização Patrimônio Financeiro FEV/18: R$ 65,458,00 ou - R$ 6.352,00 (-9,71%)



I ae bando de cabra da peste

Fevereiro já era, e cá estamos aqui outra vez para atualizar a vós leitores e acompanhadores da jornada deste humilde escravo operário da penosa vida trabalhista.

No trabalho tudo permanece igual, mesmas cobranças, encheção de saco, trabalhos inúteis, picuinhas, chefes  com chicote estralando no seu lombo e tudo mais. A vontade se sair correndo gritando e pelado com a mão no bolso é grande...😆 mas, estamos ai, na luta.

As criptomoedas continuam chamando a atenção e mesmo a "borsa" com a pontuação lá nas alturas não consegue obter o mesmo prestigio que essas danadinhas. No entanto sabemos que isso não quer dizer merda nenhuma pois os riscos inerentes as criptos é muito maior.

Agora, bora para a atualização



Aporte mixuruca porque sou pobre trabaiadô, renda fixa só uns cascalho, empréstimos seguem a todo vapor dando um bom lucro todo mês, cooperativa sempre na mesma, tenho 2k no cofre para eventuais emergências e por ultimo mas não menos importante as minhas moedinhas virtuais.

Negada, nesse mês o baguio foi loco tiu, vi meu patrimônio derreter em mais de 50% por causa dessas danadinhas. Tenho Nano na carteira (antiga Raiblocks) e investi pesado nela. Qualquer oscilação de uma doleta meu PL já muda bruscamente. Suei frio quando vi a moedinha derretendo e derretendo, mas me mantive firme. Aqui sim tem emoção. Do dia 20 pra cá ela começou a se recuperar e com isso pude respirar mais aliviado. Segue o jogo confrades.


Eu me segurando para não alfaçar

Pois é, a mão de alface treme nessas horas, mas como sei da boa proposta da moeda sigo no hold. Sei que tem neguinho por ai torcendo contra mas isso não é novidade nenhuma haha.

Vamos aguardar cenas dos próximos capítulos do mundo cripto.

E para finalizar vamos ouvir essa sonzera sensacional (por mim deveria ser a musica oficial das cripto moedas) que diz muito sobre como é a vida de quem investe nessa bagaça e de como todos nós sentimos neste incrível mundo da criptos.




Fique rico, ou morra tentando!

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Bitcoin e outras Criptomoedas



Salve ae rapaziada

Enfim resolvi tirar o pó do teclado para poder conversarmos sobre este assunto que foi e ainda é tão debatido não só na blogosfera como por todo mundo.

Bitcoin ganhou maior notoriedade depois da grande alta que obteve no final de 2017 e junto consigo também ganharam os holofotes as Altcoins.

Todo mundo incluindo muá estava afim de faturar aquela nota pois a o hipe estava enorme. E lá vamos nós como diz aquela bruxinha, se aventurar neste mercado altamente especulativo.

O fato é que após o inicio de 2018 todas as criptomoedas sofreram uma forte queda (não vejo como correção) mas como queda mesmo e por conta disto muitos “investidores” ou marinheiros de primeira viajem saíram em debandada fazendo a cotação despencar ainda mais. O movimento predileto de tubarões e baleias diga-se de passagem.

Mas e agora, o que esperar deste mercado?


Bom, ultimamente estamos notando uma tendência de recuperação do Bitcoin e das demais criptomoedas, uma das causas disto sem dúvidas é a implantação da lightning Network que é como se fosse uma espécie de atualização e melhoramento do bitcoin deixando assim seus admiradores mais entusiasmados com a tecnologia.

 Gostaria de deixar claro também que meu conhecimento sobre a tecnologia Bitcoin e sua aplicabilidade é parco me limitando apenas aos ganhos financeiros especulativos, nada mais do que isso. Pode ser que mais adiante no futuro esta cripto ou alguma outra seja adotada definitivamente como moeda de troca em escala global, mas até lá isso não passa apenas de uma mera possibilidade.

O que chama a minha atenção e a dos demais interessados é a sua alta valorização e todo o hipe que rola em cima deste mercado altamente especulativo. A própria mídia faz bem este papel de amplificação e marketing da criptomoeda. Acredito que tanto o Bitcoin e outras criptomoedas continuaram a subir pois a medida que o tempo passa as tecnologias estão passando por upgrades as deixando cada vez mais sofisticadas e alinhadas com os interesses do mercado. Imaginem fazer uma transferência de valores em questão de segundos para o outro lado do mundo de forma segura, barata e a prova de hackers? Ou vocês acham que os grandes bancos já não estão de olho nisso? Vide investimentos na criptomoeda Ripple por exemplo.

Existem tantas outras criptomoedas promissoras quanto o Bitcoin. Esta foi apenas a primeira cripto, já existem diversas propostas iguais ou superiores a ela. Vou citar apenas algumas:

  • Ripple
  • Neo
  • Nano
  • Etherium
  • Monero
  • Litecoin
  • Decred


Podem existir outras criptos ou ainda serem criadas superiores a estas que eu citei. Mas isto já foge totalmente do meu conhecimento. Eu gosto particularmente da Nano, Decred e Etherium.

O fato senhores, é que este mercado é ainda muito pouco explorado, as pessoas ainda estão conhecendo esta nova modalidade de “investimento”. Não dá para afirmar categoricamente para onde vai o Bitcoin como alguns gurus dizem por ai de chegar na casa dos 100 mil dólares etc.

 O que dá para dizer é que esta é uma boa oportunidade para dar um up no patrimônio  desde que se invista com cautela e com uma margem de lucro pré estabelecida. Digo isto para os mais conservadores é claro. Agora eu que já so porra loca sigo no hold.



Nem sei bem o que eu quis passar com este texto, acho que apenas o meu ponto de vista já que invisto nesta bagaça. É uma visão positivista creio eu. Sinto que estava devendo falar sobre este tema para a blogosfera, então esta aí, minha percepção sobre o assunto.

Vamos ver aonde vai dar tudo isso, quero ver até onde vai  a toca do coelho.

Fique rico, ou morra tentando.